Lei Direto






Novidades


Lei 10436/02

Comentários

# 1
29/08/2008

iara machado dos santos

escreveu:

Estou estudando Libras e eu acho que deveria ser conteúdo obrigatório na cadeira estudantil, desde a fase introdutória, assim não haveria tanto problema de comunicação como os surdos e deficientes auditivos, pois sou professora e sei muito bem como é doloroso o processo ensino aprendizagem para estas pessoas.

# 2
20/10/2008

maria aparecida

escreveu:

houve um equivoco na lei 10.436/02 no paragrafo único do art4º, pois a escrita deveria ser respeitada tanto quanto a linguagem.
a assimilação da escrita dar se no ouvinte pela fala ,logo terá condições de usar os conectivos.´Já os surdos desconhecem esses conectivos e os professores deveriam prepara-se para conviver com duas gramatica.
linguagem difente gramatica igual é uma forma descriminatoria em relação a grafia dos deficientes auditivos , surdos.É o mesmo que pedir para o ingles a pronucia da sua lingua materna e a escrita do brasil.ou seja, premanecemos estrangeiro no nosso prorio país.conversamos mas não registramos a conversa.

# 3
21/11/2008

luiz carlos

escreveu:

as leis existem, mas não são cumpridas por isso existem dificudades na educação do deficiênte auditivo. pois tenho uma filha deficiênte e tenho dificuldades em encontrar uma escola com professores especializados.

# 4
05/01/2009

CLEMIUDA BARBOSA

escreveu:

A escola em que trabalho tem 5 alunos matriculados na 5ª série e gostaria de saber como IMPLANTAR na grade curricular a disciplina de LIBRAS, tendo em vista ue tem um instrutor formado pelo PROLIBRAS, E, COMO ESSE PROFISSIONLAL SERIA CONTRATADO.

# 5
05/01/2009

CLEMIUDA BARBOSA

escreveu:

A escola em que trabalho tem 5 alunos matriculados na 5ª série, e gostaria de saber como IMPLANTAR na grade curricular a disciplina de LIBRAS, tendo em vista, que tem um instrutor formado pelo PROLIBRAS, E, COMO ESSE PROFISSIONAL SERIA CONTRATADO.

# 6
12/01/2009

Rossana Peyrek

escreveu:

Acredito na importância da lei 10.436/02,porém venho percebendo que nas escolas, bem como nos serviços públicos a mesma não vem sendo respeitada. O que é lamantável pois dificulta muito o processo de construção do conhecimento desse público alvo.

# 7
13/01/2009

CLEMIUDA BARBOSA

escreveu:

Em todo o núcelo de Pitanga Paraná não tem intérprete e muito menos instrutor. onde a lei 10.436 funciona???????????

# 8
13/01/2009

CLEMIUDA BARBOSA

escreveu:

Em todo o núcleo de Pitanga Paraná não tem intérprete e muito menos instrutor. onde a lei 10.436 funciona???????????

# 9
20/03/2009

Emilia Ribeirto da Silva Flores

escreveu:

Gostaria de receber sugestão de materiasi pedagógicos para trabalhar com aluno surdo.

# 10
08/06/2009

Ellen Moreira Coimbra

escreveu:

A linguagem brasileira de sinais é essencial na grade curricular das instituições que formam licenciados, mas ainda hoje é pouco difundida, sei que o tempo hábil para a adequação é de 10 anos, e acredito que como todo bom brasileiro os sistemas estaduais de atendimento público só incluirão essa realidade nas datas limites de adequação. Que pena!

página atual: 1 | Próximo |
|1 | 2 | 3 |

Seu Comentário

Nome:


E-mail (não será publicado):


Site (opcional):


Título (opcional):


Comentário:


Repita o código acima:

Receber novos comentários por e-mail?
Sim Não

Área de Acesso



Dados

28 Comentários

Sem Nota

Avalie

Andreia escreveu:
sobre a Lei 10455

acesso...

8JQQdC1xTL escreveu:
sobre a Decreto Lei 8662

I went to tons of links before this, what was I thigkinn?...

waldecir escreveu:
sobre a Lei 13103

sou servidor publico, com o cargo de motorista. será necessário a inclusão da atividade remunerad...

Aristides Rocha escreveu:
sobre a Lei 13063

A Lei 13063 /14 isenta os aposentados de perícia,mas a medida provisória 739 de 07/07/2016 autoriza...

FRANCISCO MARTINS escreveu:
sobre a Lei 8878

TAMBÉM SOU ANISTIADO E ENTREI NA JUSTIÇA FEDERAL PEDINDO A CONTAGEM DE TEMPO DO INSS E A JUIZA NÃO M...